Sou Clarice Prieto

Clarice Gonzallez foto Nathalie Wisbeck

Mestre em canto pela Uni-Rio (2008), graduada em piano pela UFRJ.

A cantora, pianista, atriz, produtora e parecerista, tem forte presença no cenário lírico, musical e em projetos de autoria.

 

Participou por 6 anos no coral do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Cantou em Portugal, Espanha e EUA.

Trabalhou, como cantora e atriz, em 5 novelas da TV Globo (Uma Força de Desejo, Lado a Lado, Um Coração, JK e Sonho Meu), além de ser treinadora vocal de vários atores da televisão brasileira.

 

Recentemente, terminou com grande sucesso a temporada da peça ROMOLA E NIJINSKI, de Regina Miranda, onde interpretou peças de Satie, Debussy, Ravel e Chopin ao piano, além de atuar como atriz.

 

Em 2016, foi contratada pela International Brazilian Opera Company, para o primeiro concerto da ópera 7th SEAL, baseada na obra de Igmar Bergman, na cidade de Nova York, onde se apresentou e preparou o coral.

De 2012 a 2016, cantou RECITAL ANDALUZ, Duo com o pianista Aimar Noronha de Santinho de música clássica espanhola. Apresentando na Sala Cecilia Meireles, no Rio de Janeiro e em São Paulo. No mestrado, desenvolveu um recital, derivado de suas pesquisas sobre os poemas musicais de Manuel Bandeira. A PALAVRA CANTO DE MANUEL BANDEIRA. Foi apresentado em diversos Centros Culturais, entre 2009 e 2015, como Academia Brasileira de Letras e Fundação Eva Klabin, e gravado para a TV Brasil (programa Partitura) e Rádio MEC (Sala de Concerto). Foi solista nas óperas: CARMEN (Bizet), com a companhia lírica; CAVALERIA RUSTICANA (Mascagni), com coro e orquestra Bachiana - reg Ricardo Rocha; VIDA PURA (oratório Villa Lobos), com a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro - reg Roberto Duarte; MAGDALENA (Villa-Lobos), com orquestra e coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, FLORES DE PLÁSTICO (João McDowell), monodrama para mezzo soprano, piano e eletrônica.

Com o Coro do Theatro Muncipal do Rio de Janeiro participou das óperas: “Tosca” (Puccini), “Viuva Alegre” (F. Lehar), “Nabucco” e “Aida” (Verdi), “Cavaleria Rusticana” ( Mascagni), “Il Guarani” (Carlos Gomes), “Romeu e Julieta” (Gounod), “Carmen” (Bizet), Lúcia de Lammermoor ”(Donizetti) (Concerto do Coro 80 anos, Concerto dos 100 anos do Teatro, entre outros. Como formador vocal em musicais: “Tropicalistas - o musical” (Ciro Barcelos), “Cabaret Youkali” (Luis Fernando Lobo), “Ela Brasil” (Ignácio Coqueiro), “Doente Imaginário” (Jaqueline Laurance). “Ópera do Malando”, “Chorus Line” (Regina Sauer), “Dzi Croquettes em Bandália” (Ciro Barcelos) e na novela “Lado a Lado” (TV Globo).

 

Fez aprimoramento com: Camila Amado (diretora de teatro), Ana Kfouri (diretora de teatro), Dra Silvia Pinho (fonoaudióloga), Marvin keenze, Elizabeth Howard, Nadja Daltro, Mirna Rubim, Vera Canto e Melo (voz). Estudou balé com Vera Aragão, Leda Iuqui e Eugenia Feodorova; Jazz com Regina Sauer; Flamenco com Eliane Carvalho.